Você sabia? Construída em 1896, Ponte de Ferro foi destruída por uma enchente


A Ponte de Ferro foi concluída em 20 de junho de 1896, no governo de Antônio Corrêa da Costa. A estrutura metálica foi toda importada da França e o projeto da ponte obedecia ao mesmo sistema da Torre Eiffel.


A ponte foi um marco nas relações comerciais de Mato Grosso, viabilizando a entrada de capitais, mercadorias, técnicos e imigrantes europeus e era, desde então, o elo da emergente cidade de Cuiabá com o restante do país.


A Ponte foi tombada pelo Patrimônio Histórico e Cultural do Estado em 1984 (Portaria nº 26/84 D.O. 10/09/1984).


Em 1995, ela foi destruída por uma enchente e, desde então, a população cuiabana, em especial a do distrito do Coxipó, ficou sem um dos símbolos históricos.


O processo de restauração da ponte teve início em agosto de 2006, quando foram retirados os ferros que estavam abandonados às margens do rio Coxipó, desde a enchente de 1995 que a destruiu.


“As peças foram levadas para uma metalúrgica responsável por recuperar este importante patrimônio histórico e cultural de Mato Grosso, tombado pelo Estado em 1984, ano em que a ponte foi desativada”, esclarece o gerente.


Desde 2006, a recuperação, conclusão, e entrega da obra, é uma das metas do Governo do Estado, através da Secretaria de Estado de Cultura, juntamente com a Secretaria de Estado de Infra-estrutura.


A previsão de inauguração da ponte é para o mês de abril. Com investimento de R$ 350 mil, o projeto de recuperação do símbolo da comunidade do Coxipó integra o Programa Estadual de Recuperação e Revitalização do Patrimônio Histórico de Mato Grosso, conduzido pela Secretaria de Estado de Cultura.


Segundo o gerente de Patrimônio, Lauro Victor, a reforma total da ponte de ferro aconteceu por meio de solicitações de moradores antigos da região.


Segundo o gerente de Patrimônio Lauro Victor, o projeto girava em torno da restauração completa da ponte, e da estrutura metálica original, a reforma de pilares de sustentação, instalação e parte elétrica, entorno e piso da ponte, e paisagismo.


“A Ponte de Ferro do Rio Coxipó era um dos acessos para se chegar a Cuiabá, este acesso era feito principalmente por via fluvial”, diz. “A ponte será uma opção de passagem para os pedestres locais. É mais um patrimônio que servirá de cartão postal para a cidade de Cuiabá”, finalizou o gerente de Patrimônio Lauro Victor.


Fonte: Cuiabá 300 anos

#cuiaba300anos #pontedeferro #coxipo

Posts Em Destaque
Posts Recentes