Calamidade passageira

Confio na breve recuperação de Mato Grosso e na junção de forças para que isso possa de fato acontecer

Vocês já devem ter acompanhado pela imprensa as notícias sobre a situação financeira que se encontra o Governo. Algumas pessoas próximas me perguntaram o porquê da decisão de decretar estado de calamidade financeira.


Aproveito o espaço para ajudar a esclarecer que essa medida, infelizmente, foi tomada com base na realidade de caixa que a atual gestão encontrou o estado.


Sem condições de honrar em dia o salário, que é algo sagrado, dos servidores públicos. Sem contar os restos a pagar com fornecedores de diversas áreas. São mais de R$ 2 bilhões de restos a pagar e não há neste momento condições de honrar de forma célere e satisfatório toda esta dívida acumulada.

Não é questão de olhar pelo retrovisor. É questão de buscar hoje as alternativas legais e possíveis para amparar o Estado nesse momento de tamanha dificuldade.


Com todas as medidas que estão sendo propostas, não tenho dúvidas que esse estado de calamidade será passageiro. Precisamos desse crédito de confiança.

O governador Mauro Mendes Mauro Mendes e toda sua equipe estão ponderando todos os lados da balança em busca de um equilíbrio fiscal. Somente assim poderemos avançar!

Confio na breve recuperação de Mato Grosso e na junção de forças para que isso possa de fato acontecer!


VIRGÍNIA MENDES é a primeira-dama de Mato Grosso


#artigo #virginiamendes #MatoGrosso

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Nenhum tag.
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square
CONTATO

Neila Barreto

Jornalista e Historiadora

Telefone:

65-99981-7764

 

Email:

neila.barreto@hotmail.com 

  • Black LinkedIn Icon
  • Black Facebook Icon
  • Black Twitter Icon
  • Black Google+ Icon
  • Black Instagram Icon

© 2023 Luiz Ernesto Barreto Proudly created with Wix.com