Universitário e professor criam projeto para contar história de moradores de rua


Foi há um ano, inspirados pela página ‘SP invisível’ que o universitário Guilherme Cesar Meneguci, 27, e o professor Bruno de Miranda Moura, 22, decidiram fazer algo semelhante em Cuiabá. A ideia era trazer um olhar humanizado para a vida dos moradores de rua. Foi assim que surgiu o ‘Cuiabá Invisível’, uma página no Instagram que conta a história destas pessoas.

“A ideia surgiu há um ano, quando descobrimos o projeto do pessoal do “SP invisível” e vimos que eles estavam trazendo uma parte da cidade que ninguém enxerga”, contou Guilherme ao Olhar Conceito. “E aqui não é diferente. Sempre buscamos conversar com esses personagens e a partir do Cuiabá Invisível, começamos a querer mostrar a história deles por meio da fotografia e das conversas que temos”. Até hoje, foram publicadas quatro histórias na página. Guilherme conta que a abordagem sempre acontece a partir da conversa. “Nos apresentamos, buscamos saber da vida dela e explicar sobre o projeto. Sempre eles pedem ajuda, dinheiro, comida, etc”. A única dificuldade que os idealizadores tiveram foi em uma das abordagens, na Orla do Porto. “Uma das pessoas começou a ameaçar, mas foi tranquilo, pois logo saímos e fizemos a entrevista de forma calma”. Dentre as histórias, tem homem que morou na Espanha por dez anos e foi traído pela mulher, tem gente com documentos extraviados, pessoas com problemas com drogas, outras que foram roubadas. Para Guilherme, a mais tocante foi a “de um oficial do exército, chamado Wellinton, que se entregou para as drogas e deixou Cárceres e veio para Cuiabá. Desde então vive pelas nossas ruas sobrevivendo”, lembra.


Narrando a vida dos personagens, a ‘Cuiabá invisível’ acredita que eles deixam de ser apenas uma sombra na multidão disforme. “O objetivo é de dar visibilidade para todas as pessoas que são colocadas à margem da sociedade ou que de alguma forma são evitadas pela maioria das pessoas, pois todas esses personagens têm alguma história para contar e ser respeitada”, afirma. “O intuito do projeto é de mostrar como é doloroso viver em uma sociedade que produz este tipo de situação, e assim, queremos que as pessoas que tem uma condição melhor, possa tirar um tempo para conhecer e ajudar quem necessita. Tentar tirar do imaginário das pessoas que essas pessoas são sempre um risco para todos, pois embaixo desse sol cuiabano, temos inúmeras narrativas de vitórias e derrotas”. Acesse o Cuiabá invisível AQUI.


Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Nenhum tag.
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square
CONTATO

Neila Barreto

Jornalista e Historiadora

Telefone:

65-99981-7764

 

Email:

neila.barreto@hotmail.com 

  • Black LinkedIn Icon
  • Black Facebook Icon
  • Black Twitter Icon
  • Black Google+ Icon
  • Black Instagram Icon

© 2023 Luiz Ernesto Barreto Proudly created with Wix.com