Buscar
  • neilabarreto2

AUTORES DE MATO GROSSO SÃO PREMIADOS PELA FUNDAÇÃO NACIONAL DO LIVRO INFANTIL E JUVENIL


Neste mês de abril, a Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil (FNLIJ) deu início à divulgação dos livros vencedores. Na categoria Teórico, recebeu o selo Altamente Recomendável o livro Literatura de recepção infantil e juvenil: modos de emancipar, organizado por Fabiano Tadeu Grazioli (Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões, Erechim-RS) e Rosemar Eurico Coenga (Universidade de Cuiabá e Instituto Federal de Mato Grosso, Cuiabá-MT).


O livro, que está concorrendo ao melhor livro na Categoria Teórico, possui 15 capítulos, destes, Mato Grosso representa-se em quatro autores: “Pesquisas qualitativas e estudos sobre letramento: o estado da arte”, de Rosemar Eurico Coenga e Fabiano Tadeu Grazioli; “Gritos no quintal: a produção infantil em Mato Grosso – as meninas e o sabiá, de Maria das Graças Campos”, de Epaminondas de Matos Magalhães; “A pele nova da mulher velha: um mito Nambiquara”, de Rosana Campos Leite Mendes e Anna Maria Ribeiro F. M. da Costa, e “A arte de ensinar e contar, cantar e ler histórias para e com crianças: uma experiência estético-formativa”, de Bárbara Cortella Pereira de Oliveira e Nilza Cristina Gomes de Araújo.


Nos 300 anos de Cuiabá, mais um presente que cidade recebe de gentes de outras terras!


A FNLIJ se constitui na seção brasileira do International Board on Books for Young Peope (IBBY). Instituição de direito privado, de utilidade pública federal e estadual, a FNLIJ tem caráter técnico-educacional e cultural. Sem fins lucrativos, está estabelecida na cidade do Rio de janeiro, desde sua fundação, em 1968.


Promotora de leitura e de divulgação de livros de qualidade destinados ao público infantil e juvenil, está à frente da defesa “do direito dessa leitura para todos, por meio de bibliotecas escolares, públicas e comunitárias.” Empenhada na contribuição para a melhoria da educação e da qualidade de vida desse público, encontra-se também empenhada na formação de leitura dos educadores – professores, bibliotecários e pais. Por meio da leitura partilhada, enriquece sua missão promovendo a tolerância, a solidariedade e a paz por meio da leitura.


Foi em 1975 que a FNLIJ deu início à premiação anual, com o Prêmio FNLIJ, na distinção O Melhor para Criança, concedida aos melhores livros infantis e juvenis, nas categorias: Criança, Jovem, Imagem, Informativo, Poesia, Livro Brinquedo, Teatro, Teórico, Reconto, Literatura em Língua Portuguesa, Tradução/Adaptação Criança, Tradução/Adaptação Jovem, Tradução/Adaptação Informativo, Tradução/Adaptação Reconto, Revelação Escritor, Revelação Ilustrador, Melhor Ilustração e Projeto Editorial.

0 visualização

© 2023 Luiz Ernesto Barreto Proudly created with Wix.com